Um homem remava seu pequeno barco em meio a um gigantesco oceano.

As águas estavam enfurecidas e tentavam derrubá-lo a todo custo, mas sem sucesso, pois ele tinha um propósito para se manter em pé.

Os ventos sopravam violentamente em direção contrária a dele, querendo tirá-lo de seu rumo, mas sua bússola se mantinha firme apontando para o Norte.

Fazia um frio infernal. Ele estava tremendo, suas narinas queimavam, sua garganta estava seca, mas isso não era suficiente para pará-lo.

Os céus o ameaçavam. Um véu de nuvens cinzentas pairava em sua frente. Raios e trovões anunciavam que uma tempestade o aguardava no horizonte, mas isso não o assustava, pois para ele, existia um horizonte, e isso lhe dava forças para enfrentar dias de escuridão.

Compartilhe

Sobre o Autor

Hector Aliboni

20 anos. Apreciador de cinema, literatura, quadrinhos e heavy metal.

  • Excelente pequeno texto, seu cocô.
    Muito belo e tocante. Como já lhe disse: simplista, porém lindo.
    Muito me admiro ter vindo tanta poesia de uma mente emerdecida como a sua… kkkkkkkk

    • Dave Mustaine

      Obrigado, seu grande monte de esterco. Me admira mais ainda que uma mente cagada como a sua tenha conseguido ler até o fim e entender.

      • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
        O mais engraçado de tudo foi o Rodrigo dando upvote nesse comentário kkkkkkkkkkkkkkk
        PORRA, RODRIGO!!!

        • Dave Mustaine

          Kkkkkkkkkkkkkkkk.
          É que ele concorda com a minha opinião sobre sua pessoa ué.

  • Ih, a estreia dele! Meus parabéns! E não foi post de música…rs

    “Quando nada mais pode fazer: esperança.”

    O ambiente marítimo lembrou-me um conto – magistral – de Lovecraft, chamado O navio branco:

    “Porém, ainda mais deslumbrante do que a sabedoria dos anciões e a sabedoria dos livros é a sabedoria oculta do oceano. Azul, verde, cinza, branco ou preto; calmo, encapelado ou montanhoso; o oceano não se cala.”

    • Dave Mustaine

      Valeu!
      Então, a minha idéia para o post de estréia aqui era um sobre o Iron Maiden, que eu estou escrevendo faz meses (é foda, eu escrevo um pouco, fico umas cinco semanas sem escrever, aí escrevo mais um pouco kkkkk pior que já tá no finalzinho, falta bem pouco), mas aí, esses dias eu li um artigo à respeito dessa questão do sentido da vida e isso me deixou inspirado para escrever algo com essa temática, aí eu escrevi esse poema e postei, eu até pensei em guardar o poema pra postar só depois, mas não deu, estava louco pra compartilhar esse texto com vocês kkkkkk

      • Eu escrevo por períodos influenciados pelo trabalho…rs Nas últimas duas semanas queria ter escrito várias coisas, mas o trabalho não me permitiu isso. Porque quando vou escrever, paro e fico ao menos uma hora, duas, escrevendo, sem estar preocupado em fazer outras coisas. Pode sair só dois parágrafos, ou o texto todo, mas costuma ser esse o tempo mínimo. Não consigo parar só 10 minutos e escrever alguma coisa se ainda estiver com algo importante pra fazer. Aí tem sido difícil…rs

        Se falta muito pouco, tente terminar aí. Faltam 4 textos de música pra preenchermos a página inicial do site nessa categoria…rs

        • Dave Mustaine

          Fica pronto antes da estréia de Guerra Infinita, rs.

          • Vai ser a trilha de Guerra Infinita? rs