Digladiavam os gladiadores
Em uma arena marcada pela batalha
Com o vermelho cobrindo a dourada areia
A platéia vibra, o imperador observa

Digladiavam os gladiadores
As espadas batendo
O sangue voando
O gelo e o calor passando pelos corpos
Numa luta em que só um vencerá

Digladiavam os gladiadores
Esperando seu vil e amargo fim

Compartilhe

Sobre o Autor

Lucca de Paula

12. Aspirante a escritor (mesmo que procrastine muito), fã de HQs, videogames, livros, filmes e diversas outras coisas.

  • Mr. Doom

    Excelente Deathstroke. É sempre gratificante ler um poema bem escrito como este.

  • Herbie: The Love Bug

    ESSE MENINO SÓ VAI TIRAR 10 EM PORTUGUÊS PELO RESTO DA VIDA!!!!!!!!!!!
    Que poema monumental. Sem brincadeira,ficou ótimo.

    • Herbie: The Love Bug

      Produção Textual então….vish. 10,10,10,10 e 11.

    • Kkkkkkkkk
      Valeu, Herbie.

  • Parabéns. Ótimo poema. Isso me lembrou da minha adolescência, quando eu escrevia poesias e participava de saraus e tudo. Bons tempos…rs

  • Adorei. Meus parabéns, Lucca!
    Poema curto e de ótimo conteúdo. Sério, adorei mesmo. Pretende postar mais?

    • Poemas? Talvez, Sabixão (e vlw). Já outras histórias, é claro. Já estou com uma em rascunho e pretendo repostar algumas resenhas e fazer mais aqui.

  • Aragorn II, King of Gondor

    Muito bom, Death… seja bem-vindo! Hahaha…

    Poema excelente, adorei.