Odisseia Cósmica foi um quadrinho lançado em 1988, roteirizado por Jim Starlin e desenhado por Mike Mignola. Quando Jack Kirby criou os Novos Deuses em 1971, ele determinou conceitos básicos na vida dos personagens, como a devoção à Fonte, a existência da Muralha dos Deuses, a dualidade de Nova Gênese e Apokolips, o pacto selado entre as nações, etc. Mas uma coisa que o Rei dos Quadrinhos nunca havia de fato definido era a Equação Antivida. Kirby a criou, porém deixou seu conceito em aberto, para que sua definição pudesse ser abordada em alguma história futura.

Foi aí que Jim Starlin resolveu enfim contextualizar a Equação, criando uma história fantástica, que consegue homenagear toda a obra de Jack Kirby, aumentando o brilhantismo dos Novos Deuses. Assim surgiu Odisseia Cósmica.

“Certos momentos na vida são tão apavorantes que se congelam no tempo e, de maneira obstinada, e indelével, fixam-se para sempre na nossa memória.” – Jim Starlin.

O objetivo de Darkseid, temido tirando de Apokolips, sempre foi encontrar a Equação Antivida, coisa que daria a ele poderes suficientes para dominar o universo. Essa foi uma das principais causas de sua vinda para a Terra, nas primeiras histórias dos Novos Deuses, pois ele acreditava que a resposta para essa tal Equação estava na mente dos habitantes de nosso planeta.

“Metamorfose nunca é uma experiência indolor… Mudanças são desconcertáveis. O futuro é incerto. Mas nada se compara a uma nova percepção de realidade.” – Darkseid.

Odisseia Cósmica nos conta que Darkseid finalmente descobriu os segredos da Equação Antivida, só que ela não era aquilo que imaginava. A Equação na verdade é uma entidade física real, com poderes infinitos, e está neste exato momento tentando invadir a nossa dimensão, o nosso universo. Vendo que não detinha poderes suficientes para enfrentar a Equação sozinho, para assim tomar o seu poder para si, o tirano de Apokolips pede ajuda ao Pai Celestial, e aos demais habitantes de Nova Gênese. O futuro do universo está em jogo, e isso é maior que o ego do vilão.

Pai Celestial, vendo que apenas eles não seriam também capazes de deter a ameaça, pede ajuda a alguns heróis da Terra, sendo eles: Superman, Batman, Lanterna Verde (John Stewart), Caçador de Marte, e Estelar. Os heróis da Terra, juntos a alguns heróis de Nova Gêneses se juntam, com a ideia de impedir que essa entidade venha até nossa dimensão.

Darkseid, com a ajuda da Poltrona Mobius de Metron e o computador do Pai Celestial, explica a situação para os personagens, mostrando a eles quatro planetas que estão na trajetória de passagem da Equação Antivida para adentrar em nossa dimensão (além cada um possuir uma bomba que causará a auto-destruição deles). São eles: Terra, Thanagar, Rann e Xanshi.

Os heróis então são divididos em duplas, e mandados para cada um desses quatro planetas, no intuito de achar as “bombas do juízo final”, presente em alguma parte dos planetas. Superman e Órion (que aqui já não é mais aquele dócil personagem visto nas primeiras histórias, e sim um cara totalmente arrogante) são mandados para Thanagar; Magtron e Estelar são mandados para Rann; Caçador de Marte e John Stewart vão para Xanshi; enquanto Batman e Forrageador vão para Terra.

Cada uma das duplas tem a missão de, além de destruir as bombas que põe em perigo o nosso sistema, proteger o planeta, para que nada de ruim aconteça com seus habitantes, ou até mesmo sua morfologia. Contar se cada uma das duplas consegue realizar tal missão é um spoiler em potencial, por isso vou me segurar aqui; só posso dizer que o erro que algum dos personagens comete será crucial para sua evolução moral.

Os esforços de cada uma das duplas não estão fazendo muita diferença, já que a Entidade Antivida se aproxima cada vez mais de adentrar em nosso sistema. O tempo é escaço, e Darkseid une forças com o Demônio Etrigan (outra grande criação de Jack Kirby para a DC Comics) para controlar a situação; só que mais do que salvar seu sistema, Darkseid sempre deixa o seu ego lhe guiar. Só não sabemos até que ponto isso ajudaria todo mundo.

“É verdade… Mas até mesmo alguém com uma alma sombria como a minha pode realizar o bem. O destino, por vezes, nos prega peças, Etrigan. Você não usa uma auréola, mas foi escolhido para salvar uma galáxia de algo muito pior do que a morte. Essa não é a maior de todas as piadas? O destino de muitas estrelas depende de dois monstros vis como nós.” – Darkseid.

“Fique atento, Demônio. Testemunhe agora como os verdadeiros Deuses guerreiam!” – Darkseid.

Por mais que esforços sejam medidos de muitos lados, traições e reviravoltas aconteçam, nada disso importa, pois o fim está próximo, e a única coisa capaz de salvar o nosso universo é um milagre. Um amiguinho do Batman, talvez…

Odisseia Cósmica é uma das minhas histórias preferidas do Universo DC. Caso vá ler algum dia, espere por algo sensacional, não menos que isso, e garanto que satisfará a sua ansiedade. Jim Starlin é O CARA quando o assunto são sagas cósmicas. Na história também temos direito a lições de moral que o Superman dá ao Órion, Batman apanhando para um Demônio, deixando-o à beira da morte (Pedro curtiu isso), e uma cena final onde o Caçador de Marte dá um puta esporro no John Stewart, por algo realmente imperdoável.

Esse post é dedicado ao meu amigo, e marveco safado, Pedro, O Homem Sem Medo, que assim como eu, é fanático pelos Novos Deuses.

Odisseia Cósmica (Cosmic Odyssey – EUA – dezembro de 1988 até março de 1989, DC Comics). Roteiro: Jim Sarlin. Arte: Mike Mignola. Arte-final: Carlos Garzon. Cores: Steve Oliff. Editor original: Mike Carlin.

Compartilhe

Sobre o Autor

Victor Dourado

Fissurado por quadrinhos, cinema, games e literatura. Estudante de Matemática e autor nas horas vagas. Posso também ser considerado como um antigo explorador espacial, portador do jipe intergaláctico que fez o Percurso de Kessel em menos de 12 parsecs.

  • Crise nas Infinitas Terras, Lendas e Odisséia Cósmica. As três primeiras histórias da DC que li na minha vida. Fico feliz que tenha gostado de todas, mas também ela grandiosidade dessas duas (Lendas é relativamente menor, mas igualmente importante). A primeira Crise fala por si só. Aquele evento de escala multiversal é um marco na história da nona arte. Já Odisséia foi responsável por me apresentar um pouco mais do lado cósmico da editora e fazer eu me questionar do porquê não investir mais nisso, seja em filmes, animações ou jogos. Enfim mais uma ótima resenha meu caro Jipeiro

    • As três obras foram responsáveis por expandir o cosmos da DC (ao lado das obras do Kirby dos anos 70). Também não entendo por que investem tão pouco nelas hoje em dia, em outras mídias. Eu nunca li Lendas, mas adquiri recentemente o encadernado da panini, pretendo ler em breve.

      Muito obrigado, meu amigo!

  • Estephano

    Excelente resenha.
    Starlin deve ser o quadrinista que mais se aproxima do Jack Kirby em estilo. Acho que em sagas cósmicas em Marvel e DC só perde para o rei dos quadrinhos mesmo.

    A história é muito boa, e é formada por uma das equipes mais improváveis de todos os tempos, desde a formação dos heróis, até a junção dos outros seres.
    Uma das coisas mais legais da história é que mesmo o universo estando próximo da destruição, o ego dos personagens ainda esta a flor da pelo, há momentos que beiram a infantilidade de alguns (quem leu sabe).
    O Superman é protagonista de uma das cenas mais bonitas e tristes dessa HQ, onde o Azulão mostra toda sua personalidade e caráter. E o Batman esta nessa HQ por dois motivos: O primeiro é para ajudar a vender (rs); O segundo é porque ele é o BATMAN!!!

    • Muito obrigado, Estephano!
      Concordo contigo nisso que falou do Starlin.

      Coloca improvável nisso! kkkkkk
      Darkseid se aliando aos nossos heróis deve ter explodido a cabeça do pessoal que leu na época.
      Essa cena do Super é realmente belíssima, meu amigo. Concordo e concordo em relação ao Morcegão… kkkkkkkkkk

  • Excelente reler essa resenha, meu amigo. Odisseia Cósmica é um clássico do mestre das histórias cósmicas, Jim Starlin. Herdeiro legítimo do legado de Jack Kirby, sem sombra de dúvidas. Soube expandir os conceitos criados pelo Rei (além de ser gênio o suficiente para estabelecer os seus próprios conceitos e deixar o seu próprio legado) tanto na Marvel (na qual trabalhou muito mais) quanto na DC. E essa história possui uma importância ainda maior porque as histórias cósmicas nunca foram o forte (ou o foco) da DC, não até a contratação de Jack Kirby, cujas criações tiveram um impacto duradouro no universo da editora, mas que aquela altura andavam esquecidas – o que é bem curioso quando percebemos que a destruição de Krypton é a pedra angular do universo DC, e que o maior símbolo de heroísmo na Terra veio ainda bebê da vastidão do espaço sideral.

    Gosto demais dessa história. A ideia narrativa de dividir os personagens em duplas foi excelente e gerou momentos espetaculares. A relação entre Caçador de Marte e o Lanterna Verde é a melhor parte, tanto pelo que ocorre na missão dos dois, quanto pelos diálogos espetaculares travados e também pelas marcas profundas que os eventos deixam na alma de um dos personagens. De quebra temos um Batman “ainda Batman”, recebendo uma missão na Terra e tentando resolvê-la com a sua habitual inteligência, mas quase morrendo diante de um inimigo poderoso do qual ele tenta de todas as formas escapar, ciente de que não possui a mínima chance.

    E Darkseid… bem, é Darkseid…rs O destino do universo termina nas mãos do estratagema de um déspota, e os heróis são obrigados a confiar nele, que aparentemente precisa colocar seu ego de lado em prol da salvação do universo. Ele já era um “senhor vilão” desde que havia sido criado por Jack Kirby em 1970, mas Jim Starlin adiciona mais e mais contornos a ele em Odisseia Cósmica.

    • Pedro, o Homem Sem Medo

      Justamente o que eu penso, Rodrigo. Também considero o Jim Starlin o herdeiro máximo do Jack Kirby. Apesar do John Byrne também ter sua importância, o Starlin foi quem mais se aproximou do estilo Kirby.

      • Acho que ninguém chega tão perto, no quesito de estilo, do Rei, do que o Starlin. É um gênio.

    • É bom ver a DC explorando esse seu lado cósmico, que como você mesmo disse, é deixado um pouco de lado.

      Eu também adoro essa história, Rodrigo. Tudo o que citou, além dos detalhes, são excepcionais! O Batman “ainda Batman”… Até eu, fã do que o Miller fez, sinto falta disso (e essa cena dele quase morrendo é sensacional).

      “O destino do universo termina nas mãos do estratagema de um déspota, e os heróis são obrigados a confiar nele, que aparentemente precisa colocar seu ego de lado em prol da salvação do universo.”
      Como não amar essa história, não é mesmo?!

      Muito obrigado, meu amigo.

  • Mr. Doom

    Excelente resenha Jipeiro.
    Uma das melhores histórias que já li da DC Comics, espetacular. Não poderia ser menos do que isso, tendo em vista o Jim Starlin no roteiro. Starlin trabalha tramas cósmicas com maestria, vide esta história e os seus trabalhos no Universo Marvel.
    E o Darkseid como sempre se destacando, rs. Faz jus ao fato de ser um dos maiores vilões dos quadrinhos.

    • Muito obrigado, Mr. Doom.
      Starlin é um dos maiores gênios das sagas cósmicas, quem sabe atrás apenas do nosso querido Jack Kirby.
      Como o Rodrigo disse ali em baixo… Darkseid é Darkseid… kkkkkk

  • Herbie: De Volta ao Lar

    Ótima resenha,Jipeiro. Na hora que li sua resenha sobre Novos Deuses e me recordei de ter lido a primeira edição,estranhava que o Orion das HQS atuais era mais arrogante. Achava que era uma coisa só dos Novos 52.

    • Muito obrigado, meu amigo!
      Não, Órion nasceu em 1971. Novos 52 apenas trouxe ele de volta, após ter se despedido em A Morte dos Novos Deuses.

  • Agente Smith

    Ótima resenha Jipeiro!
    É também uma das minhas histórias favoritas da DC, gosto tanto da base que o Jack Kirby criou pra história quanto o que o Jim Starlin fez com essa base. Os traços do Mike Mignola se casaram perfeitamente com a aparência dos Novos Deuses presentes na história.

    Essa também é a minha história favorita em que o Darkseid está presente, justamente pelo fato de que um dos mais temíveis vilões ser a esperança de salvação.

    • Muito obrigado, Justiceiro!
      Jim Starlin teve uma BOA base, não é mesmo? É um universo riquíssimo, criado pelo Rei.
      Darkseid é um dos maiores, se não o maior, vilão da DC.

  • Pedro, o Homem Sem Medo

    Mais uma, seu dcneco safado, eu lhe agradeço pelo fantástico post sobre a Odisséia Cósmica, que é uma das melhores sagas cósmicas das hqs. Se alguém pode ser considerado o herdeiro de Jack Kirby, é o Jim Starlin. Ainda que John Byrne e outros tenham sua importância, Jim Starlin é o que mais perfeitamente assimilou o estilo Kirby de escrever e desenhar. E os diálogos do Darkseid (maior vilão da DC) são um show à parte.

    • Jim Starlin é, com certeza, o herdeiro do Kirby. Olha o que esse cara já fez, mano. Ele merece ter essa alcunha.
      Darkseid, O MAIOR VILÃO DA DC. Isso é indiscutível!!!
      Muito obrigado, seu marveco sem vergonha! <3

  • Aragorn II, King of Gondor

    E eu ainda não li… hahahah!

    Bom, vou fazer uma promessa: lerei Odisseia Cósmica E Novos Deuses ainda em setembro. E aí venho comentar com você o que achei, beleza?
    Ri demais com a resenha, novamente… e, depois de tanto tempo, essa cara do Caçador de Marte continua um meme PRONTO… kkkkkkkkkk!

    Ótima resenha, seu porra!

    • Até hoje, Aragorn??? Porra! kkkkkkk
      Combinado. Leia e volte aqui pra me dizer o que achou. Vai encontrar os quadrinhos lá na DarkseidClub. Ainda tem meu login e senha pra usar?

      Muito obrigado, seu esperma! kkkkkk

      • Aragorn II, King of Gondor

        Kkkkkkkkk! Pois é. A minha professora de Português nos passou uma caralhada de livros pra ler agora nesse último trimestre, o que faz o tempo encurtar consideravelmente… hahaha!
        Hm… porra, bem lembrado. Acabei tendo uns rolos com meu PC, acho que não tenho a senha salva aqui (isso é pra me lembrar de escrever essas coisas em algum lugar)… teria como passar novamente? (desculpe o incomodo…. kkkkkkkk)

        Off: hey, seu fezes, queria te perguntar… e o filme do Coringa? O que achou? Eu ainda estou confuso…. kkkkkkkk

        • Login: falsegod
          Senha: cirurgiaspexecru

          Quando ver esse comentário, me fala, pra eu editar.

          Off: Olha… eu não achei uma ideia muito ruim, pra falar a verdade kkkkkkkkkkkkkk
          O Coringa do Leto me deixou com vontade de ver um outro Coringa logo kkkkkkkk
          Está confuso, mas acha que pode dar certo essa merda?
          Eu vou pela filosofia do Tiririca… Pior que tá, não fica kkkkkkkkkkkk

          • Aragorn II, King of Gondor

            Visto! Kkkkkkkkkkk….

          • Aragorn II, King of Gondor

            Off: huahauahuahauahaua… mano, pior que nem eu. Tipo, se não tivesse o Scorsese na produção, eu provavelmente teria emputecido… mas tá aí, o cara tá lá, pode até dirigir o filme ao que parece. Eu não consigo NÃO ficar feliz com essa notícia… kkkkkkk!
            Sim, eu acho que pode! Kkkkkkk! Mas, seguinte, eu estou confuso com uma coisinha…
            Pelo post no LdH – e na maioria dos outros sites, pelo o que eu entendi, -, esse filme não vai se passar no DCUE. Certo? E teria um novo selo da Warner/DC com Elseworlds… aí eu te pergunto: como o público leigo vai entender essa merda? E, se entender, isso traz a chance de uma Crise nos cinemas?
            Tipo, eu tava até conversando com o Herbie e a galera no Hang, que eles podiam usar esse selo pra adaptar várias HQs aí sem comprometer a cronologia, mas seria complicado, e eu ia ficar bem bravo se atrasasse aos outros filmes do DCUE – exceto se for os derivados do Esquadrão, aí eu caguei… kkkkkkk!

            Agora… já começaram a pipocar os rumores. Falaram de Piada Mortal, mas não sei se rola. Agora, já que vão mudar os atores, queria quem como Coringa? Estão falando do Richard Madden pro jovem Batman, e eu não poderia ficar mais feliz… ROBB STARK, PORRA!

            https://uploads.disquscdn.com/images/6af547df6facaa9b52538bac76af4fdc802a23ad8aead011d631e436f74a5002.jpg

          • Não, não vai fazer parte do UDC. E, sim, eu pensei a mesma coisa… Esse selo Elseworld pode abrir espaço para, no futuro, termos uma Crise no cinema. E, por que não? Adaptar histórias clássicas, sem compromisso com a cronologia é uma boa ideia. Pelo visto eles já desistiram de fazer um universo compartilhado rico como o da Marvel, então eu tô pouco me fudendo. Quero ver filmes logo e gastar meu precioso dinheiro kkkkkkkkkkkkk

            Piada Mortal não sei se rola também. Bem, eu não gostaria de ver.. kkkkkk
            Ahhhh, mano… Sério? O Robb (vou chamar ele assim, foda-se kkkkk) é muito galãzão. Tipo o Leto. É um ótimo ator, mas eu acho que tem que pegar um cara mais feio kkkkkkkkkkk
            Coringa tem que meter medo, e não fazer as mulheres molharem a calcinha (ou os homens molharem as cuecas) kkkkkkkkkkkk

          • Aragorn II, King of Gondor

            Pelo visto eles já desistiram de fazer um universo compartilhado rico como o da Marvel, então eu tô pouco me fudendo.

            Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk! Você ainda me mata de rir, seu merda! Huahauahauahuaahua…
            Mano, eu ficaria bastante feliz com uma Crise nos cinemas. E eu acho que a DC tem ”mundos” o suficiente para produzir algo do tipo, apesar de nem todos eles serem satisfatórios [cof cof, Arrowverse, cof cof]
            Sobre a Piada Mortal, depois da animação, bate aquele medo básico, né? Kkkkkkkkkkkk!

            Mas mano, é o Bruce Wayne! Se tem um cara que faz homens e mulheres molharem as roupas de baixo, é o Batman! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!
            Não sei se ele seria bom como Bruce, porque não tenho certeza do nível de atuação dele, mas… Scorsese tiraria uma boa atuação do Stephen Amell, né? Kkkkkkkkkkkkkkkk!

            Sobre o Coringa, eu queria que fosse o Adrien Brody ou o ator que fez o Pennywise no novo It, o Bill [insira nome nórdico complicado pra caralho aqui]… o que acha?
            Não sei nem porque ainda perco tempo com fancasts, nunca atendem mesmo… kkkkkkkkk!

          • kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
            Não sei como você ri dessas coisas que eu falo kkkkkkkkkk

            Mano, pior que tem mesmo. A maioria dos mundos são ricos e ótimos (Arrowverse não entra aqui kkkkk). Sim, depois da animação bate um medinho. Acho melhor deixar quieto mesmo kkkkkkkkk

            Eu li errado. Pensei que era o Robb pra ser o Coringa. Porra, Jipeiro!
            kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
            Ele daria mesmo um bom Batman. Pro coringa, o Bill [insira nome nórdico complicado pra caralho aqui] seria PERFEITO. Adrien Brody não seria uma escolha ruim. Ele quase foi o Coringa na trilogia do Nolan.

            Eu também não sei porque perco tempo com isso. Mas é legal kkkkkkkkkk

          • Aragorn II, King of Gondor

            Dá pra não rir? Kkkkkkkkkkkk!

            Exatamente! Eu vi um programa antes mesmo desse anúncio dizendo que a DC podia fazer exatamente isso, já que, de uma forma ou de outra, ela JÁ TEM várias Terras em live-action… é só preparar direitinho!
            Bom, ou alguém FODA pega, ou deixa quieto… hahaha!

            PORRA, JIPEIRO! Kkkkkkkkkkk!
            Já imaginou o Robb de Coringa, que loucura? Huahauahauahua….
            De qualquer forma, tão falando que o Batman nem vai aparecer muito no filme, mas seria interessante, e eu, como fanboy de GoT, tenho que sonhar com isso… kkkkkkkkk!
            Mano, já assistiu It, seu merda? Se não, o Bill Skarsgard [nome nórdico complicado inserido com sucessso] é FODÁSTICO! Torcendo por ele desde já. Daria um Coringa EXCELENTE!

            Realmente, não custa sonhar… kkkkkkkk!

          • Sim… teria que ser alguém competente pra fazer essa putaria dar certo! kkkkk

            Seria loucura… literalmente kkkkkkkkkkkkk
            Sim, assisti aquela porra. Adorei. O Bill seria foda como Coringa. Tipo, foda mesmo. Fazer aquela boquinha de Pennywise seria mítico kkkkkkkkkkk

            Ah, falando em It… Viu que escolheram o ator pra fazer o Shazam, né? MELHOR ESCOLHA IMPOSSÍVEL!!! Mas o que isso tem a ver com It? Bem, agora só faltam anunciar o menininho que fez o Eddie como Billy… QUE SERIA PERFEITO TAMBÉM. Rodrigo comentou isso comigo, nunca tinha parado pra pensar. Estou na torcida!

            Obs: Vou parar de demorar tanto pra responder agora kkkkkk

          • Aragorn II, King of Gondor

            O filme foi foda mesmo. Torcendo pro Bill ser escolhido pra esse filme, porque é OBRIGATÓRIO ser um Coringa decente.

            EU VI, PORRA!! Sabe, nesse momento, fico lembrando daquela época que tava todo mundo duvidando que esse filme ia sair… felicidade imensa de saber que as coisas estão andando.

            [Feliz pra caralho de que não foi o John Cena… kkkkkkk!]

            PORRA, BOA!! Ele ficaria PERFEITOO como Billy. Mas será que os 14 anos não atrapalham pra hora de fazer uma sequencia?
            Bem, torcendo, de qualquer forma… hahaha!

            E, por falar no filme do Coringa…. e esse filme do Exterminador agora, porra? Você viu? O que achou?
            O planejamento da Warner tá uma loucura, mas, nesse caso, eu fiquei feliz por causa do diretor. Eu só vi UMA CENA de ”Operação Invasão” e…. QUE AÇÃO FODA DO CARALHO, MEO!!

            Obs: huahauahauahua… tranquilo! Melhor assim, fico com saudades, seu porra! <3<3<3

          • Pois é, mano… essa merda VAI ACONTECER. Isso já me tranquiliza.

            Então… Não sei. Esse negócio da idade fode um pouco.

            Mano, filme do Exterminador? Esses caras estão de zueira com a nossa cara, só pode. Eu não sei o que a Warner anda pensando, mas não gosto disso kkkkk
            Não vi nada referente a esse filme. Mas, quem sabe sai coisa boa caso esse projeto vá pra frente.

          • Tu viu quem é o diretor do meu filme? Só olha isso, seu merda:
            https://youtu.be/7dUp2uOcEY0
            https://youtu.be/Nz2hD54xsy8

          • Achei a primeira cena tensa e muito bem filmada. Acho que até animei aqui kkkkk

          • É PRA ANIMAR MERMO

          • Aragorn II, King of Gondor

            VAI ROLAR! E, porra, vai ser FOOODA!

            Mano, a idade dos atores mirins é sempre um problema. Eu acho impressionante como eles parecem tão novos. Tipo o Lucas de Stranger Things… 16 anos, 1,65m e até uns meses atrás tinha cara de criança… Mas acho que eu noto mais essas coisas por ter mais ou menos a idade deles, sabe? Tipo, eu não consigo olhar para esses atores sem pensar no quanto eles parecem mais infantis que meus colegas de sala… 😛

            Kkkkkkkkk! Pois é, mano. A gente sonhando com novidades da Tropa, do Flash, e eles vem com essa… se bem que, perto dos derivados do Esquadrão Suicida, parece até bom, né? Kkkkkkkkkk!
            Olha, se não fosse o Deathstroke me mostrando os vídeos dos outros filmes do diretor, eu estaria PUTASSO… mas, depois dessa… a esperança tá surgindo nesse coração DCnauta aqui. Pode sair algo FODA!

          • Kkkkkkkkkkkkkkk
            Devem ser pensamentos estranhos. Acho que não consigo mais ter essa percepção.

            Mano… eu já desisti do DCU. O que vier agora, foda-se kkkkkkk
            É torcer pra ser, ao mínimo, bom.

          • Aragorn II, King of Gondor

            São estranhíssimos, mano. Sempre que aparece um ator mirim eu me pego pensando em como eu tenho colegas de 12 anos com 1,80m… e eles conseguem achar meninos de 16 com carinha de 10. Kkkkkkkkkkk!

            A velha filosofia do ”foda-se”… kkkkkkkkkk! Esperar pra ver, mano. Torcendo pra essa porra ser boa.