“Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor, porquanto isto é justo. Honra a teu pai e tua mãe; este é o mandamento com promessa, para que vivas bem e tenhas vida longa sobre a terra. E vós, pais, não provoqueis a ira de vossos filhos, mas educai-vos de acordo com a disciplina do Senhor.”

São Paulo, em Efésios 6: 1, 2, 3 e 4

No ano de 2005, a Marvel lançou a densa minissérie Demolidor – Redenção, escrita pelo britânico David Hine e desenhada pelo artista Michael Gaydos. Antes de mais nada, esta é uma história do advogado Matthew Murdock, onde o Demolidor é apenas um coadjuvante de luxo. Em Redenção, David Hine cria uma das narrativas mais intimistas do Homem Sem Medo. Arrisco a dizer que ele escreveu uma das cinco melhores histórias do Diabo da Guarda, dono de inúmeros clássicos da nona arte.

A justiça é cega… mas as pessoas que a aplicam não são! 

A trama começa em um flashback de 7 anos atrás, quando um garoto é brutalmente assassinado. A perversidade do crime chocou o povo da cidade de Redenção, que iniciou uma verdadeira caça às bruxas. Localizada no Alabama, no sul dos Estados Unidos, Redenção é uma típica cidade sulista, onde a religiosidade e a intolerância andam de mãos dadas. À procura de um bode expiatório, a polícia local acaba prendendo Joel Flood, um problemático adolescente que é odiado por todos; a sua namorada, Adrienne Bowen e Saul Bowen, irmão caçula de Adrienne. Por se comportarem como rebeldes e ouvirem rock, eles são taxados como delinquentes por todos na cidade.

Desesperada com a prisão de Joel, Emily Flood, sua mãe, vai à Nova York pedir a ajuda do famoso advogado Matthew Murdock.

Se ele for culpado, vou perder no tribunal. Posso viver com isso. Mas não quero ver o filho dela executado só porque não teve uma defesa decente. Com isso, eu não posso viver.”

Matt Murdock 

Assim que Matt chega à Redenção, Hine dá uma aula na condução do roteiro, misturando suspense, terror e drama à narrativa, sem nunca perder o foco nos personagens. Aliás, os personagens são o motor que leva a trama por caminhos inesperados. Não se deixe levar pelas primeiras impressões, eles têm muito para nos revelar ao longo da minissérie. Nenhum deles é o que parece, seja para o bem ou para o mal. Na arte, Michael Gaydos – o mesmo de Jessica Jones – expressa a melancolia passada pelo roteiro.

Não espere uma típica HQ de super-herói, pois você não encontrará aqui. Redenção é uma minissérie que explora várias facetas humanas, o que nem sempre é algo bonito de se ver. Com revelações impactantes, personagens bem desenvolvidos e um final espetacular; Redenção é uma obra-prima da Marvel, um clássico absoluto do Homem Sem Medo.

“Deus nunca esteve neste quarto. Ele não se esconde na escuridão. Ele está lá fora… na luz!”

ESTA HISTÓRIA FOI INSPIRADA EM FATOS REAIS!

Demolidor – Redenção ( Daredevil: Redemption, 01-06 – EUA – 2005, Marvel Comics)
Roteiro: David Hine Arte: Michael Gaydos Cores: Lee Loughridge Letras: Valéria Calipo

Compartilhe

Sobre o Autor

Pedro Laurentino

Apaixonado por literatura, filosofia, teologia e qualquer assunto que me faça pensar no sentido da vida

  • Kleber Oliveira

    “Se ele for culpado, vou perder no tribunal. Posso viver com isso. Mas não quero ver o filho dela executado só porque não teve uma defesa decente. Com isso, eu não posso viver.”

    Caraca, meu amigo, você sempre consegue pegar as frases mais fodas dos quadrinhos. Mais uma obra do Demônio de Hells Kitchen que ainda não conferi, obrigado por nos apresentar. Essas histórias que focam na pessoa atrás da máscara são muito legais, pois geralmente aprofundam e nos faz sentir mais empatia pelo personagem. Por isso gosto muito de Alias, que é basicamente envolto em dramas pessoais. Ter a arte do Michael Gaydos me chama ainda mais a atenção.

    Parabéns pelo texto, cara. Já foi pra lista de leitura.

    • Pedro, o Homem Sem Medo

      E aí, Kleber, meu camarada. Essa minissérie é uma das melhores leituras que eu tive neste ano. Lembro que o Dave vivia me pedindo pra fazer uma resenha sobre ela, assim como você me pedia por uma do Diabo da Guarda. Enfim, ela está mais que recomendada:-)

  • Uma história onde o Matt, um advogado, é o protagonista, e vai até uma cidade religiosa, explorando o máximo de sua fé para salvar um homem inocente de um julgamento errôneo… Não poderia se encaixar melhor no personagem.

    A humanidade do Homem Sem Medo é admirável, meu amigo. Tudo bem que existem exageros, mas o Diabo da Guarda, acima de qualquer fantasia ou alcunha, é um ser humano (da melhor espécie). Se Deus não julga as pessoas de forma errada, o Matt não pode permitir que alguém faça isso aqui no reino dos vivos. “A justiça é cega… mas as pessoas que a aplicam não são! “

    Excelente resenha, seu marveco safado. Como sempre!

    • Pedro, o Homem Sem Medo

      É revoltante ver tanta injustiça neste mundo, meu amigo. Lendo esta minissérie, eu pude ver como o ser humano é perverso e injusto. Eu posso ser um homem de fé em Deus, mas sou totalmente descrente da humanidade.

      • A humanidade, cada dia que passa, se mostra mais cruel. Com ela mesma, até.

        “Não tenha pena dos mortos, Harry. Tenha pena dos vivos. Principalmente daqueles que vivem sem amor.” – Alvo Dumbledore.

  • Pedro meu caro, tenho quase certeza que já li essa história, porém não lembro muito bem do plot. Mas se for a que eu tô pensando (a arte do Gaydos é o que mais pesa na memória fazendo eu lembrar) essa é uma das minhas favoritas também. E se não for e eu não conhecer, irei desfazer isso o quanto antes.

    • Pedro, o Homem Sem Medo

      Acho que se você tivesse lido, você lembraria. A trama é muito forte para ser esquecida.

  • Aragorn II, King of Gondor

    É impressionante a quantidade de obras fantásticas protagonizadas pelo Homem Sem Medo. Um dos personagens mais fantásticos da Nona Arte, sem dúvidas!

    Parece ser uma HQ da melhor qualidade! Já está anotado aqui para ler… pelo plot, tenho certeza de que irei adorá-la.
    Ótima resenha, Pedro!

    • Pedro, o Homem Sem Medo

      É uma otima trama que mistura suspense e drama. Espero que você goste tanto quanto eu.

  • Ótimo texto. Se você diz que essa é uma das cinco melhores histórias do Demolidor, então ela deve ser boa mesmo. Vou baixá-la.

    • Pedro, o Homem Sem Medo

      Baixe e Leia, meu amigo. Vale muito a pena. É uma das melhores hqs que eu li este ano.

  • Herbie: De Volta ao Lar

    Muito interessante essa história, e a arte dela já me conquistou(gosto desse estilo). Espero conseguir ler ela algum dia.
    Ela poderia ser adaptada na série do Demolidor.

    • Pedro, o Homem Sem Medo

      Não apenas poderia, ela deveria!

      • Quanto tempo, Pedro! Achei que tinha me ignorado kkkkkkkkkkkkkkkkkk
        OBS: Eu sei que tem o tempo corrido. Então não tem problema.

        • Pedro, o Homem Sem Medo

          Eu nunca ignoro as pessoas. Se eu não responder rápido, é por que eu não posso ou não vi.

  • Dave Mustaine Rebirth

    Ótima resenha @disqus_LYRjUKya2j:disqus,eu só a achei um pouco curta,essa minissérie é muito densa,dava pra ter falado um pouco mais,mas está ótima mesmo assim!

    • Pedro, o Homem Sem Medo

      Desculpa pela demora pra responder, camarada. Tinha esquecido:-(
      Eu fiz ela concisa propositalmente. Não queria revelar muita coisa, apenas pincelar a trama. Diferente de você, a maioria das pessoas não gostam de resenhas extensas. Já vi várias pessoas reclamando sobre isso:-(

      • Dave Mustaine Asgaardiano

        Sem problema. Ah,aí é questão de gosto mesmo,por exemplo,as resenhas do Rodrigo são um pouco extensas,mas são muito legais de se ler,mas tudo bem,se você prefere escrever assim,faça do jeito que achar melhor 🙂

        • Pedro, o Homem Sem Medo

          Valeu, safadjinho. E eu não me comparo ao Rodrigo, você sabe…kkkkkk
          Além de técnica, ele é muito culto e talentoso em sua escrita.

  • Clementine Kruczynski

    Minha segunda história favorita do Demolidor, fantástica, filosófica e brilhantemente bem escrita. E a resenha de praxe está ótima @disqus_LYRjUKya2j:disqus

    • Pedro, o Homem Sem Medo

      Meu Deus, eu não tinha visto o seu comentário aqui. Desculpa pela demora pra responder.
      Quanto a sua predileção, eu concordo plenamente. Diferente da maioria das histórias do gênero, essa história é bastante humana e profunda. Uma das melhores hqs que eu já li na minha vida.

  • Spider man

    Ótima texto essa é uma das primeiras HQs do demolidor que eu li e também é uma das que eu mais gosto ela me fez criar uma profunda identificação com o personagem tornando ele hj um dos meu favoritos.

    • Pedro, o Homem Sem Medo

      Obrigado, cara. O Demolidor, assim como o Homem-Aranha, é um dos personagens mais fáceis de se identificar. Mais uma criação brilhante do Stan Lee:-)